Alesc aprova aumento do piso salarial para professores em SC: forme-se já!

28/09/2021

Em agosto deste ano, a Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) aprovou um aumento no piso salarial para os professores do estado. Ou seja, agora o valor mínimo de salário que os professores podem receber é maior. Isso significa um maior reconhecimento na profissão. Dessa forma, a tendência é que a procura para essas vagas aumente. 

Porém, mesmo que o interesse em seguir a carreira de professor cresça, ainda é necessário estar com o currículo preparado. As instituições de ensino procuram profissionais formados e, em alguns casos, até especializados. Você já ouviu falar dos cursos de Segunda Licenciatura e Formação Pedagógica? São opções interessantes para quem quer começar a lecionar e aproveitar o aumento no piso salarial. Entenda mais sobre o assunto.

Novo piso salarial

A novidade do aumento no piso salarial para professores em Santa Catarina animou muita gente. Mas, você entendeu direitinho quais são esses novos valores? 

De acordo com informações divulgadas pela NSC, a aprovação da PEC pela Alesc definiu novos salários para os professores. O piso vai variar de acordo com a formação do professor. Basicamente, os novos salários ficaram assim:

  • Professores com nível médio: Mínimo de R$3,5 mil;
  • Professores com licenciatura curta: Mínimo de R$4 mil;
  • Licenciatura plena, graduação em Pedagogia e pós-graduados: Mínimo de R$5 mil.

Vale lembrar que cada instituição de ensino, pública ou privada, tem os próprios valores de salário, sempre respeitando esse piso. Os números podem variar de acordo com a cidade ou o estado em que o professor quer trabalhar. Por isso, vale a pena pesquisar a média salarial para o seu estado!

Como ganhar mais sendo professor

Ser professor é uma escolha muito gratificante enquanto profissão. Porém, também é necessário pensar na remuneração. Afinal, como ganhar mais sendo professor?

A resposta é simples e está no currículo do profissional. Como você viu acima, o piso salarial aumenta de acordo com o nível de formação. Dessa forma, para ganhar mais, é necessário estudar mais e adquirir certificados e diplomas. 

Porém, nem sempre a graduação em Pedagogia é uma opção viável para quem já tem um diploma, por exemplo. Ou para quem já é licenciado, mas busca lecionar em outra área. Por isso, vamos falar um pouco sobre duas alternativas interessantes. A Segunda Licenciatura e a Formação Pedagógica. São formas de obter a autorização para lecionar sem precisar investir anos em uma segunda graduação! 

Conheça nosso Guia para Carreiras da área da Educação!

Curso de Segunda Licenciatura

O curso de Segunda Licenciatura é uma ótima opção para quem é professor. Como o próprio nome diz, esse curso é voltado para quem já tem um diploma de licenciatura. Dessa forma, o graduado pode escolher uma outra matéria para se especializar em menos tempo, e, assim, voltar para a sala de aula com mais uma opção de disciplina para lecionar!

Por exemplo: um professor que é formado em Física pode fazer a Segunda Licenciatura em Química. Assim, estará apto a lecionar as duas matérias em uma ou mais instituições de ensino.

Uma das vantagens da Segunda Licenciatura é a economia. Tanto de dinheiro, quanto de tempo. O aluno se forma em menos tempo e paga menos! Na UniBF, por exemplo, é possível se formar a partir de 6 meses! Ou seja, em menos de um ano o professor poderá lecionar uma nova matéria. E esse novo diploma pode ser utilizado, inclusive, em concursos públicos.

Curso de Formação Pedagógica

Assim como a Segunda Licenciatura, a Formação Pedagógica R2 é uma ótima opção para quem quer lecionar. Porém, nesse caso, o curso é voltado para quem já tem um diploma que não é da licenciatura. Como um bacharelado ou um tecnólogo, por exemplo.

Contudo, da mesma forma, ao cursar a Formação Pedagógica o profissional vai estar apto a lecionar aquela matéria que escolheu. Como por exemplo: um administrador pode escolher fazer uma Formação Pedagógica em Ciências Sociais. Assim, ao fim do curso, poderá aplicar para vagas dessa matéria em escolas.

Não há nenhuma restrição para esses dois cursos quanto à escolha de matérias. Por mais diferente que seja a formação original da disciplina escolhida para o curso, a única exigência é já ter um diploma. Da mesma forma que a Segunda Licenciatura, a Formação Pedagógica também pode ser concluída em menos tempo. E o diploma também pode ser utilizado em concursos públicos.

Estude na UniBF!

E aí, quer se tornar professor e lecionar com esse piso salarial atrativo? Venha para a UniBF!

Independentemente se a sua escolha for Formação Pedagógica ou Segunda Licenciatura, a UniBF é o melhor lugar para isso! Nossos cursos são 100% online, intensivos e com início imediato. Você pode se formar a partir de 6 meses! Além disso, com esse diploma, as suas chances de passar em um concurso público aumentam! 

Se você se interessou e quer saber mais sobre os nossos cursos, basta clicar neste link do WhatsApp que um de nossos consultores educacionais já irá lhe atender! 😀 

Esta página faz uso de cookies para melhorar o seu desempenho e funcionamento do nosso site. Utilizando os cookies, estamos coletando e armazenando temporariamente alguns dados pessoais. Para mais informações, disponibilizamos nossa Política de Privacidade e Termo de Uso.