Enfermeiros podem fazer acupuntura?

26/07/2021

A acupuntura tem sido usada amplamente pelo mundo ocidental e até mesmo, indicada por muitos médicos, para pacientes com queixas que citaremos abaixo. Essa técnica foi até mesmo incluída no SUS, como uma das Práticas Integrativas Complementares. 

O Ministério da Saúde deixa claro que não há substituição do tratamento e acompanhamento médico tradicional, pelas Práticas Integrativas. Porém, há diversas comprovações científicas para questões físicas e emocionais, dependendo da técnica usada. 

Essa é uma das formas que o Ministério da Saúde tem usado para diminuir os gastos e filas de atendimento do SUS e ainda, apoiar e integrar profissionais certificados que podem fazer as técnicas aprovadas. 

Segundo dados do IBGE, em 2019, 24,6% das pessoas que usaram uma das técnicas complementares usaram acupuntura para o tratamento auxiliar de alguma causa. 

E afinal, quem pode aplicar acupuntura? Enfermeiros podem fazer a aplicação dessa milenar prática da medicina tradicional chinesa?

Continue acompanhando o texto para saber! 

Para que serve a acupuntura? 

A acupuntura é uma técnica usada para reforçar o sistema imunológico, e assim, fazendo o corpo rebater desequilíbrios e acelerar o seu processo de recuperação daquele problema. 

É indicada para problemas como por exemplo:

  • Dor após extração de dente, gengivite e faringite;
  • Redução de ansiedade e estresse;
  • Sinusite, rinite, asma ou bronquite;
  • Diminuição do desejo de fumar;
  • Dor de cabeça ou enxaqueca, cólicas, fibromialgia;
  • Dores e tensões musculares;
  • Problemas gastrointestinais: como excesso de acidez no estômago, úlcera duodenal, prisão de ventre ou diarreia;
  • Problemas ortopédicos: como dor ciática, lombalgia ou artrite reumatoide;
  • Distúrbios de sono: como insônia. 

Enfermeiros podem aplicar acupuntura?

O COFEN – Conselho Federal dos Enfermeiros do Brasil ganhou uma ação judicial  contra o Conselho Federal de Medicina em que pedia exclusividade aos médicos na aplicação da Acupuntura. Desde 2001 os enfermeiros estavam suspensos desta atividade, bem como outros profissionais. Porém a partir de 2018 todos os profissionais formados em Enfermagem e com curso de especialização comprobatório em Acupuntura poderão trabalhar nesta área. 

Ficou definido, assim, que todo profissional de saúde que tenha estudo de anatomia e fisiologia humana, podem fazer uma especialização e estarão aptos a aplicar acupuntura. 

Uma outra vantagem, é a possibilidade de autonomia como enfermeiro acupunturista. É possível, de acordo com liberação e burocracia de cada cidade, abrir um consultório próprio e assim, empreender e ter todo o retorno financeiro que a procura por essa técnica dá! 

Conheça nosso Guia para Carreiras da área da Saúde!

Como a UniBF pode ajudar? 

Com a nossa pós-graduação em acupuntura (com 420 horas) ou em estudos da acupuntura (com 1120 horas), que são totalmente EAD, o aluno ganhará um certificado no final do curso, que permite a aplicação da acupuntura em pessoas. O profissional de enfermagem, como já citamos, é um dos que podem também fazer essas especializações.

Nos cursos, é passada uma sua visão sobre os principais fundamentos da saúde, as causas e processo de adoecimento, e o treinamento nos métodos diagnósticos e terapêuticos particulares para cada sistema do corpo humano. 

O TCC para ambos os cursos é opcional. Porém, caso faça o Trabalho de Conclusão de Curso, é possível deixá-lo do seu curriculum lattes. Ou seja, é possível tornar-se um pesquisador na área, conforme sua prática com a acupuntura e com os estudos de casos e teóricos. 

Logo, se você é enfermeiro, e, por algum motivo, deseja sair ou inovar da sua prática e ambiente de trabalho diários, uma pós-graduação em acupuntura pode ser justamente o que dará uma virada na sua profissional, abrindo as possibilidades de atuação e implementando um acolhimento humanizado — o tipo de atendimento que tem sido mais requisitado! 

Inscreva-se aqui em uma pós em acupuntura.

Esta página faz uso de cookies para melhorar o seu desempenho e funcionamento do nosso site. Utilizando os cookies, estamos coletando e armazenando temporariamente alguns dados pessoais. Para mais informações, disponibilizamos nossa Política de Privacidade e Termo de Uso.